Pages

Wednesday, May 19, 2010

Nem tudo o que é conveniente é bom

Às vezes você se pega preso em uma situação por muitos anos porque aquilo parece (ou até é) conveniente, mas isso não quer dizer que é o melhor pra você. Pelo menos não pra sempre.
Você vai empurrando com a barriga até onde pode. Não é mais prezeroso, não é mais confortável, não te deixa mais feliz, mas você tá tão acostumado àquela rotina que não percebe o mal que te faz.

Caí na real esses dias. Depois de algo bem chato que aconteceu no trabalho. Estou lá há quase sete anos. E trabalhar lá é bastante conveniente pra mim e Dani, uma vez que temos muitos benefícios, que talvez não tivéssemos em outro lugar. Mas por outro lado, os pequenos estresses diários (que são sempre os mesmos) não mudam nunca. Por mais que promessas sejam feitas e milhares de conversas sérias aconteçam, nada muda. Isso vai dando um desânimo, uma infelicidade, uma insatisfação sem tamanho. Talvez se eu falar coisa por coisa detalhadamente pareça apenas um monte de besteiras, mas que com o passar dos anos, quando você coloca tudo junto, o resultado é um imenso desrespeito com a sua dedicação e fidelidade ao lugar onde trabalha. Mas, como existem os tais benefícios que nos prendem lá, acabamos nos acomodando e sentindo até um certo medo de tentar outra coisa. Medo da instalibidade, medo de fracassar, de não nos adptar em outro lugar.

Só que aí um dia você não aguenta mais e acaba explodindo. E quando você mal percebe, tudo foi jogado por água abaixo. E aí você acaba percebendo que não tem tanta importância para o lugar quanto achava que tinha. Ou se tem, não sabem reconhecer nada do que você faz. E você entende que é capaz de se adaptar a qualquer situação na vida e que por isso é capaz SIM de obter sucesso em outro lugar. Tudo depende de você e do seu esforço. E seus medos diminuem e você começa a fazer outros planos. Planos que antes talvez não fizessem o menor sentido, mas que agora parecem ser a solução para quase todos os seus problemas.
Você percebe que se ficasse alí não ía "subir" nunca. Ía sempre ficar alí, naquele mesmo degrau. Presa. Estagnada.
Passam dois dias e eles te imploram pra mudar de idéia porque precisam muito de você. Porque te respeitam muito e estão muito satisfeitos com você. Será? Ou será que se aparecer alguém melhor, em um piscar de olhos eles esquecem de tudo isso e dão um pé na sua bunda? Certamente. E com um "blá blá blá" barato conseguem te convencer e vão te prendendo... E te prendendo... E te prendendo.
Pode até ser, mas dessa vez é diferente. Continuamos lá, mas os planos são imensamente maiores do que qualquer coisa que poderia ser oferecida.
Por enquanto são apenas planos. Mas planos bem sólidos e com imensa chance de darem muito certo.

De tudo isso eu aprendi uma coisa: jamais se acomodar diante de uma situação que, aparentemente, é confortável.

Que aconteça o que for melhor!!

2 comments:

Edilson said...

Ai nem me fale em acomodação que arrepiaaaaa....rs.Tô 14 anos na mesma empresa e ficar estagnado dá uma sensação horrível que o tempo passou e fiquei lá por medo e insegurança...rs.Afeee.Bjão e espero que os planos deem certo.

lohana said...

Que Deus conceda todos os desejos do seu coração! E tudo vai dar certo.

Wednesday, May 19, 2010

Nem tudo o que é conveniente é bom

Às vezes você se pega preso em uma situação por muitos anos porque aquilo parece (ou até é) conveniente, mas isso não quer dizer que é o melhor pra você. Pelo menos não pra sempre.
Você vai empurrando com a barriga até onde pode. Não é mais prezeroso, não é mais confortável, não te deixa mais feliz, mas você tá tão acostumado àquela rotina que não percebe o mal que te faz.

Caí na real esses dias. Depois de algo bem chato que aconteceu no trabalho. Estou lá há quase sete anos. E trabalhar lá é bastante conveniente pra mim e Dani, uma vez que temos muitos benefícios, que talvez não tivéssemos em outro lugar. Mas por outro lado, os pequenos estresses diários (que são sempre os mesmos) não mudam nunca. Por mais que promessas sejam feitas e milhares de conversas sérias aconteçam, nada muda. Isso vai dando um desânimo, uma infelicidade, uma insatisfação sem tamanho. Talvez se eu falar coisa por coisa detalhadamente pareça apenas um monte de besteiras, mas que com o passar dos anos, quando você coloca tudo junto, o resultado é um imenso desrespeito com a sua dedicação e fidelidade ao lugar onde trabalha. Mas, como existem os tais benefícios que nos prendem lá, acabamos nos acomodando e sentindo até um certo medo de tentar outra coisa. Medo da instalibidade, medo de fracassar, de não nos adptar em outro lugar.

Só que aí um dia você não aguenta mais e acaba explodindo. E quando você mal percebe, tudo foi jogado por água abaixo. E aí você acaba percebendo que não tem tanta importância para o lugar quanto achava que tinha. Ou se tem, não sabem reconhecer nada do que você faz. E você entende que é capaz de se adaptar a qualquer situação na vida e que por isso é capaz SIM de obter sucesso em outro lugar. Tudo depende de você e do seu esforço. E seus medos diminuem e você começa a fazer outros planos. Planos que antes talvez não fizessem o menor sentido, mas que agora parecem ser a solução para quase todos os seus problemas.
Você percebe que se ficasse alí não ía "subir" nunca. Ía sempre ficar alí, naquele mesmo degrau. Presa. Estagnada.
Passam dois dias e eles te imploram pra mudar de idéia porque precisam muito de você. Porque te respeitam muito e estão muito satisfeitos com você. Será? Ou será que se aparecer alguém melhor, em um piscar de olhos eles esquecem de tudo isso e dão um pé na sua bunda? Certamente. E com um "blá blá blá" barato conseguem te convencer e vão te prendendo... E te prendendo... E te prendendo.
Pode até ser, mas dessa vez é diferente. Continuamos lá, mas os planos são imensamente maiores do que qualquer coisa que poderia ser oferecida.
Por enquanto são apenas planos. Mas planos bem sólidos e com imensa chance de darem muito certo.

De tudo isso eu aprendi uma coisa: jamais se acomodar diante de uma situação que, aparentemente, é confortável.

Que aconteça o que for melhor!!

2 comments:

Edilson said...

Ai nem me fale em acomodação que arrepiaaaaa....rs.Tô 14 anos na mesma empresa e ficar estagnado dá uma sensação horrível que o tempo passou e fiquei lá por medo e insegurança...rs.Afeee.Bjão e espero que os planos deem certo.

lohana said...

Que Deus conceda todos os desejos do seu coração! E tudo vai dar certo.