Pages

Sunday, September 20, 2009

Blogagem coletiva



Depois de muito pensar no que escrever, finalmente chegou o dia de postar a carta que eu entregaria a mim mesma se eu tivesse a oportunidade de voltar no tempo por uns minutos e encontrar comigo mesma 15 anos mais nova.
Quando decidi participar não foi pensando em ganhar e menos ainda em prêmio. Aceitei a proposta pelo desafio. Passei os últimos dias muito atarefada e, na última semana, doente. Por isso só consegui escrever alguma coisa algumas horas atrás. Não está exatamente como eu queria, mas é mais ou menos o que eu diria a mim mesma. Espero que gostem.

-----------

Recebi o poder de voltar no tempo por alguns instantes para que pudesse entregar uma carta com conselhos para o futuro. Escolhi entregá-la a mim mesma, pois acredito que ninguém mais do que nós mesmos precisa de conselhos para "aprender" a viver.
Ao abrir o envelope o susto foi grande, pois não esperava ler algumas coisas, mas o alívio também foi tamanho por saber que nenhuma situação, por mais difícil que possa parecer, é eterna.


"Estou aqui, em algum dia do futuro, sentada à mesa de minha casa, numa manhã fria de quase outono, nos Estados Unidos. Olhando através da janela, vejo as folhas balançando em seus galhos. A maioria já marrom, seca, quase que completamente morta, mas apesar das circunstâncias ainda há uma grande quantidade verde, que insiste em sobreviver mesmo quando já é hora de partir.
 
Ao analisar essa cena parei para pensar em como minha vida teria sido se eu tivesse agido diferente e não tivesse complicado tanto as coisas.


Camila, minha querida, você ainda é muito nova, tem tanta coisa pra viver e aprender. Não perca seu tempo com coisas que não te levarão a lugar algum. O relógio é cruel e anda numa velocidade incrível. Não vale a pena desperdiçar seus valiosos minutos com coisas que nada acrescentarão em sua vida.


Deixe de lado o orgulho, que é tão grande, e aprenda a pedir perdão. Você vai ver que não dói nada. Muito pelo contrário! É apenas uma palavra: DESCULPA. É tão bonito reconhecer seus erros ao invés de procurar nos outros o motivo das suas falhas. Eu sei que no fundo você pensa assim, eu te conheço como ninguém é capaz de te conhecer. Sei como você acha bom se reconciliar com as pessoas que ama. Então pra que brigar?


Não espere passar 15 anos para aprender que todos somos diferentes e que ninguém é obrigado a concordar com você o tempo todo. Você não é a dona da verdade e disso você também sabe. Ninguém é perfeito e você menos ainda. Não espere muito das pessoas se você não for capaz de dar o que elas merecem receber. Não exija demais nem dos outros e nem de você mesma, relaxe!


Pare com essa mania de descordar das pessoas pelo simples prazer de ser do contra. Isso não te faz bem. Será que vale a pena continuar fazendo?


Não seja impaciente. A paciência é uma virtude. É preciosa e fundamental para não darmos um passo em falso. Saiba esperar porque tudo tem seu tempo. Não se precipite ou você pode estragar o fim da história.


Não diga que odeia o seu pai. Eu, mais do que ninguém, sei o quanto você o admira. Ele não é uma pessoa má e você sabe. Ele é confuso. Ele só se parece muito com você. Você enxerga nele todos os seus defeitos e isso te faz achar que ele não merece ser amado do jeito que ele é. Você merece?


Não tente mudar ninguém, todo mundo tem algo de especial.


Não bata de frente com sua mãe o tempo todo. Ela é uma pessoa sofrida. Cansada de apanhar da vida. Seja mais compreensiva e tolerante. Ela te ama mais do que qualquer pessoa seria capaz. Aprenda a retribuir, por mais que seja difícil.


E os seus amigos? Você não sabe bem o que isso. Não tem muitos. Tem medo de conhecer pessoas. Medo de se entregar, de mostrar que sabe ser carinhosa. Não perca tempo com isso. Não tenha vergonha de ser quem é. Porque um dia você vai aprender e as pessoas vão gostar de você do jeitinho que você é. Não espere os anos passarem pra deixar essa mudança acontecer. Mude agora. Mostre do que você gosta, no que você acredita, sem medo de ser ridicularizada. Sem medo da rejeição.


Em alguns aspectos muitos vão te criticar e não vão te compreender de maneira nenhuma, mas não há nada melhor do que o tempo para fazer com que tudo entre nos eixos. E aí você vai ver que, apesar de não concordar contigo, ninguém vai deixar de te amar e te admirar. Então mostre logo quem você é. Não espere tanto...


Sorria, divirta-se, namore. Namore muito. Não tenha medo de descobrir esse universo. Não se prive. Siga o fluxo.


Como é difícil dizer que ama não é minha cara? É bem difícil! Você não consegue agora e eu te digo que no futuro ainda não aprendeu. Porque será? Não tenho a resposta. Mas tente aprender enquanto há tempo. Antes que as pessoas partam pra sempre sem nunca terem te ouvido falar. Você gosta de ouvir, não gosta?


Não siga todos os seus impulsos. Você terá sérios e dolorosos problemas se fizer isso. Irá magoar as pessoas mais importantes.


Mas por outro lado não se arrependa de nada do que você fizer, se magoar, desculpe-se e não faça novamente.


Não seja tão indecisa, aprenda a optar por um caminho sem medo do que pode encontrar pela frente. Se as coisas não forem como você imaginava, sempre é tempo de recomeçar.


Cair faz parte da vida. Te garanto que todo mundo consegue levantar. Não pense que seus problemas não têm solução. Pra tudo nessa vida há uma saída. Então não sofra e nem se desespere antes da hora.


Pare com essa mania de ficar pensando e esperando pelo futuro, esquecendo de viver o presente. O tempo voa e ele não volta atrás pra que você possa mudar o que já passou e viver o que não viveu. Não faça da sua vida um rascunho porque não haverá tempo para passar a limpo.


Os problemas serão muitos e as decepções inúmeras, mas tente não guardar mágoas. Que mania feia! Esqueça o que te fez sofrer e bola pra frente que, apesar de tudo, o sol sempre nasce novamente no dia seguinte.


Viver é um presente. Cuide bem dele. Com carinho. Não deixe que se transforme em um daqueles objetos que você ganha de uma pessoa qualquer e nunca usa. Use a sua vida todos os dias e intensamente. Felicidade plena e eterna não existe.


Desfrute dos momentos alegres e encare os difíceis de frente. Porque ninguém disse que viver seria fácil, só prometeram que valeria a pena.


Faça a sua, ou melhor, a nossa vida valer a pena.


Ah! E antes que eu me esqueça, não esqueça do mais importante: seguir seus próprios conselhos!


Com carinho,
Você daqui a 15 anos.

8 comments:

Renata Nogueira said...

Camila, ficou linda sua carta!
Parabéns pela participação!
Beijão

João Olavo-Traços de um homem said...

Bela carta...
me identifiquei quando disse de ser parecido com seu pai...ver seus defeitos nele...e porisso vem as brigas as indiferenças..
Parabens
Beijos

Elaine said...

Camila, Muito linda sua carta!
Sabe que muito do que você disse a si mesma eu gostaria de ter-me dito?
Beijos e obrigada por participar.

Um blog normal said...

Mila, sua carta ficou linda! Fiquei super emocionada! *-*

A Madrasta Má said...

"O relógio é cruel e anda numa velocidade incrível. Não vale a pena desperdiçar seus valiosos minutos com coisas que nada acrescentarão em sua vida"... essa é uma verdade que temos que escrever em um quadro e pendurar na parede para ler a todo instante! Parabéns! felicidades! Bjinhos da Madrasta!

daniellearagao said...

Adorei Nina ...gostei de ler coisas que eu queria ouvir. Te amo

≈ João Pé-de-Feijão ≈ said...

Nossa...chorei de verdade ao ler algumas partes x_X

Me vi na carta, fazer o que?

To tentando mudar também, antes que seja muito tarde...

Renata Nogueira said...

Ahhhhhh! Eu já tinha passado por aqui antes para ler sua carta!! rs
Bjão

Sunday, September 20, 2009

Blogagem coletiva



Depois de muito pensar no que escrever, finalmente chegou o dia de postar a carta que eu entregaria a mim mesma se eu tivesse a oportunidade de voltar no tempo por uns minutos e encontrar comigo mesma 15 anos mais nova.
Quando decidi participar não foi pensando em ganhar e menos ainda em prêmio. Aceitei a proposta pelo desafio. Passei os últimos dias muito atarefada e, na última semana, doente. Por isso só consegui escrever alguma coisa algumas horas atrás. Não está exatamente como eu queria, mas é mais ou menos o que eu diria a mim mesma. Espero que gostem.

-----------

Recebi o poder de voltar no tempo por alguns instantes para que pudesse entregar uma carta com conselhos para o futuro. Escolhi entregá-la a mim mesma, pois acredito que ninguém mais do que nós mesmos precisa de conselhos para "aprender" a viver.
Ao abrir o envelope o susto foi grande, pois não esperava ler algumas coisas, mas o alívio também foi tamanho por saber que nenhuma situação, por mais difícil que possa parecer, é eterna.


"Estou aqui, em algum dia do futuro, sentada à mesa de minha casa, numa manhã fria de quase outono, nos Estados Unidos. Olhando através da janela, vejo as folhas balançando em seus galhos. A maioria já marrom, seca, quase que completamente morta, mas apesar das circunstâncias ainda há uma grande quantidade verde, que insiste em sobreviver mesmo quando já é hora de partir.
 
Ao analisar essa cena parei para pensar em como minha vida teria sido se eu tivesse agido diferente e não tivesse complicado tanto as coisas.


Camila, minha querida, você ainda é muito nova, tem tanta coisa pra viver e aprender. Não perca seu tempo com coisas que não te levarão a lugar algum. O relógio é cruel e anda numa velocidade incrível. Não vale a pena desperdiçar seus valiosos minutos com coisas que nada acrescentarão em sua vida.


Deixe de lado o orgulho, que é tão grande, e aprenda a pedir perdão. Você vai ver que não dói nada. Muito pelo contrário! É apenas uma palavra: DESCULPA. É tão bonito reconhecer seus erros ao invés de procurar nos outros o motivo das suas falhas. Eu sei que no fundo você pensa assim, eu te conheço como ninguém é capaz de te conhecer. Sei como você acha bom se reconciliar com as pessoas que ama. Então pra que brigar?


Não espere passar 15 anos para aprender que todos somos diferentes e que ninguém é obrigado a concordar com você o tempo todo. Você não é a dona da verdade e disso você também sabe. Ninguém é perfeito e você menos ainda. Não espere muito das pessoas se você não for capaz de dar o que elas merecem receber. Não exija demais nem dos outros e nem de você mesma, relaxe!


Pare com essa mania de descordar das pessoas pelo simples prazer de ser do contra. Isso não te faz bem. Será que vale a pena continuar fazendo?


Não seja impaciente. A paciência é uma virtude. É preciosa e fundamental para não darmos um passo em falso. Saiba esperar porque tudo tem seu tempo. Não se precipite ou você pode estragar o fim da história.


Não diga que odeia o seu pai. Eu, mais do que ninguém, sei o quanto você o admira. Ele não é uma pessoa má e você sabe. Ele é confuso. Ele só se parece muito com você. Você enxerga nele todos os seus defeitos e isso te faz achar que ele não merece ser amado do jeito que ele é. Você merece?


Não tente mudar ninguém, todo mundo tem algo de especial.


Não bata de frente com sua mãe o tempo todo. Ela é uma pessoa sofrida. Cansada de apanhar da vida. Seja mais compreensiva e tolerante. Ela te ama mais do que qualquer pessoa seria capaz. Aprenda a retribuir, por mais que seja difícil.


E os seus amigos? Você não sabe bem o que isso. Não tem muitos. Tem medo de conhecer pessoas. Medo de se entregar, de mostrar que sabe ser carinhosa. Não perca tempo com isso. Não tenha vergonha de ser quem é. Porque um dia você vai aprender e as pessoas vão gostar de você do jeitinho que você é. Não espere os anos passarem pra deixar essa mudança acontecer. Mude agora. Mostre do que você gosta, no que você acredita, sem medo de ser ridicularizada. Sem medo da rejeição.


Em alguns aspectos muitos vão te criticar e não vão te compreender de maneira nenhuma, mas não há nada melhor do que o tempo para fazer com que tudo entre nos eixos. E aí você vai ver que, apesar de não concordar contigo, ninguém vai deixar de te amar e te admirar. Então mostre logo quem você é. Não espere tanto...


Sorria, divirta-se, namore. Namore muito. Não tenha medo de descobrir esse universo. Não se prive. Siga o fluxo.


Como é difícil dizer que ama não é minha cara? É bem difícil! Você não consegue agora e eu te digo que no futuro ainda não aprendeu. Porque será? Não tenho a resposta. Mas tente aprender enquanto há tempo. Antes que as pessoas partam pra sempre sem nunca terem te ouvido falar. Você gosta de ouvir, não gosta?


Não siga todos os seus impulsos. Você terá sérios e dolorosos problemas se fizer isso. Irá magoar as pessoas mais importantes.


Mas por outro lado não se arrependa de nada do que você fizer, se magoar, desculpe-se e não faça novamente.


Não seja tão indecisa, aprenda a optar por um caminho sem medo do que pode encontrar pela frente. Se as coisas não forem como você imaginava, sempre é tempo de recomeçar.


Cair faz parte da vida. Te garanto que todo mundo consegue levantar. Não pense que seus problemas não têm solução. Pra tudo nessa vida há uma saída. Então não sofra e nem se desespere antes da hora.


Pare com essa mania de ficar pensando e esperando pelo futuro, esquecendo de viver o presente. O tempo voa e ele não volta atrás pra que você possa mudar o que já passou e viver o que não viveu. Não faça da sua vida um rascunho porque não haverá tempo para passar a limpo.


Os problemas serão muitos e as decepções inúmeras, mas tente não guardar mágoas. Que mania feia! Esqueça o que te fez sofrer e bola pra frente que, apesar de tudo, o sol sempre nasce novamente no dia seguinte.


Viver é um presente. Cuide bem dele. Com carinho. Não deixe que se transforme em um daqueles objetos que você ganha de uma pessoa qualquer e nunca usa. Use a sua vida todos os dias e intensamente. Felicidade plena e eterna não existe.


Desfrute dos momentos alegres e encare os difíceis de frente. Porque ninguém disse que viver seria fácil, só prometeram que valeria a pena.


Faça a sua, ou melhor, a nossa vida valer a pena.


Ah! E antes que eu me esqueça, não esqueça do mais importante: seguir seus próprios conselhos!


Com carinho,
Você daqui a 15 anos.

8 comments:

Renata Nogueira said...

Camila, ficou linda sua carta!
Parabéns pela participação!
Beijão

João Olavo-Traços de um homem said...

Bela carta...
me identifiquei quando disse de ser parecido com seu pai...ver seus defeitos nele...e porisso vem as brigas as indiferenças..
Parabens
Beijos

Elaine said...

Camila, Muito linda sua carta!
Sabe que muito do que você disse a si mesma eu gostaria de ter-me dito?
Beijos e obrigada por participar.

Um blog normal said...

Mila, sua carta ficou linda! Fiquei super emocionada! *-*

A Madrasta Má said...

"O relógio é cruel e anda numa velocidade incrível. Não vale a pena desperdiçar seus valiosos minutos com coisas que nada acrescentarão em sua vida"... essa é uma verdade que temos que escrever em um quadro e pendurar na parede para ler a todo instante! Parabéns! felicidades! Bjinhos da Madrasta!

daniellearagao said...

Adorei Nina ...gostei de ler coisas que eu queria ouvir. Te amo

≈ João Pé-de-Feijão ≈ said...

Nossa...chorei de verdade ao ler algumas partes x_X

Me vi na carta, fazer o que?

To tentando mudar também, antes que seja muito tarde...

Renata Nogueira said...

Ahhhhhh! Eu já tinha passado por aqui antes para ler sua carta!! rs
Bjão