Pages

Sunday, July 26, 2009

Várias coisas

-geral-

Esses últimos dias têm sido loucos, estressantes, tensos, etc.
Não bastava tudo o que aconteceu, fiquei doente. Muito doente.
Achei que tava pegando uma gripe. Mas isso não aconteceu. Há 4 dias acordei com minha garganta doento muito. Cheia de caroços, completamente inflamada. Tomei uns remédios mas não adiantou muito, até que decidi ir ao médico.
Não sabia bem o que tava acontecendo porque a gripe não apareceu. Só a garganta. No médico, fizeram uns testes pra uma determinada bactéria, deu negativo. Mas ela disse que dava pra ver o quanto estava inflamada só de olhar pro meu pescoço.
Resolveu então mandar as amostras pro laboratório pra testarem novamente. Enquanto o resultado não saía, receitou penicilina. Dois comprimidos por dia, durante 10 dias. Junto com isso um remédio que ajudaria na dor. Passei três dias sem conseguir nem beber água direito. Engolir qualquer coisa tava sendo complicado. Até saliva...
Hoje, Domingo, quando cheguei em casa percebi que havia uma mensagem na secretária eletrônica, era do laboratório, dizendo que todos os resultados deram negativos.
Só tenho uma explicação pra tudo isso: emocional/psicológico.
Depois de tudo que tem acontecido, não é mera coincidencia essa doença.
Já estou melhorando mas ainda não estou 100% curada.
Minha cabeça anda a mil por hora. Como já falei uma vez, queria que houvesse um botão on/off que pudesse desligar meu cérebro por um tempo, pra eu não pensar em nada.
Não vejo a hora das minhas férias chegarem, pelo menos desligo minha mente do trabalho por 10 dias...

-livro-

Durante esse perído doente e com minhas idéias atrapalhadas, afundei minha cara num livro espírita que vinha tentando terminar a mais de um ano. Finalmente consegui.
Quem tiver oportunidade leia. Vale muito a pena cada palavra lida, cada lição aprendida. Acreditando no espiritismo ou não, as mensagens são tão verdadeiras que quem lê não se arrepende jamais.

[O preço de ser diferente - Mônica de Castro]

Um romance ditado por Leonel. Um romance espírita que narra de forma impressionante a evolução do espírito.
E através de relatos da vida dos personagens, nos ensina sobre preconceito, perdão, aceitação, destino e principalmente nos ensina a aprender com os fatos difíceis que acontecem em nossas vidas.
Um Romance com assuntos atuais, que mostra a dificuldade vivida pelos preconceituosos, por ter que manter acima de tudo, a sua idéia fixa sobre o homossexualismo. E as dificuldades dos homossexuais que sofrem por serem julgados, incompreendidos e desrespeitados, apenas pelo simples fatos de ter uma opção sexual diferente.
Romero personagem principal, um garoto que desde cedo tem que aprender a viver e esquecer as atrocidades da vida.
Convive com o preconceito de não ser igual aos outros garotos da sua idade. Aos quatorze anos é violentado, por Júnior e com sua defloração descobre ser homossexual.
Tem um pai severo, o Senhor Silas. Que o faz passar por situações difíceis. Uma mãe submissa, Noemia, que para não desagradar Silas, se omite aos maus tratos do marido para com o filho. Possui uma irmã, Judite, que é seu porto seguro. E sob esse circulo familiar se passa a primeira fase da historia.
Todos possuem uma forte ligação que nem podem imaginar.
Encontra após vários infortúnios, seu amor Mozart, que como o nome do famoso compositor, também possui um talento inestimável.
Romero após ser expulso de casa por ser homossexual, toma para si uma nova fase de sua vida, aonde pode contar apenas com o Doutor Plínio, seu médico, que passa a protegê-lo e ser para ele como um pai.
Nessa segunda fase do livro, o circulo de convívio de Romero se restringem ao Doutor Plínio e sua família. Sua esposa Lavínia, que sem motivo aparente tem uma certa antipatia por Romero, seu cunhado Rafael, que se torna um inimigo sem motivo de Romero. E Eric filho do Doutor Plínio que para Romero é como um irmão querido.
E nesta história fascinante, a ultima fase do livro podemos compreender as ligações de cada personagem e os motivos pelo qual agiram em suas vidas atuais da forma como agiram. Em um desfecho emocionante aprendemos, o valor do perdão tanto para quem recebe o perdão como para quem o dá. E que tudo de bom ou ruim que vivemos, tem um motivo de acontecer, tudo tem um porquê.
E tudo em nossa vida tem um momento exato para acontecer. E muitas vezes o que julgamos impossível de acontecer, acontece e nos deixa fascinados.
Tudo que vivemos é valido para a evolução do nosso espírito, do nosso ser interior.


-my sister's keeper-

Finalmente consegui assistir ao filme que eu tanto tava querendo. Uma história linda de uma criança que é gerada com o objetivo de salvar a vida da irmã mais velha portadora de Leucemia. O filme é baseado no livro, que ainda não lí mas já comprei.
A história é comovente, e faz a gente pensar muito sobre doação de orgãos. Sei que muita gente não concorda ainda. Na minha identidade, inclusive, diz que não sou doadora, mas hoje em dia, depois de tantos casos próximos de pessoas que precisaram de alguma parte de um corpo estranho pra continuar sobrevivendo, mudei de opinião.
Não sei qual nome esse filme vai ter no Brasil, mas quem quiser pode ver o trailer aqui.



-the proposal-

Esse fim de semana também assisti outro filme muito bom.
Uma canadense (Sandra Bullock), que tem um cargo importante numa empresa americana, descobre que será deportada por ter seu visto expirado.
Com medo da situação e sem querer perder o emprego e o cargo, muito bem sucedido, ela propõe que seu braço direito na empresa (Ryan Reynolds), que a detesta, case-se com ela. Assim obteria cidadania americana não tendo que ir embora dos Estados Unidos.
Como eles mesmo dizem no filme, a história de duas pessoas que não eram supostas se apaixonar mas se apaixonaram.




-pra terminar-
Acho que por enquanto é só isso. Faz tempo que não escrevo e acabei falando demais...
Espero me recuperar logo porque não aguento mais me sentir tão mal.
Esqueci de mencionar que hoje passei a tarde, num almoço super agradável, na casa de uma colega de trabalho, Grace. O almoço foi em comemoração à visita de Aneta. Uma amiga, muito querida, da Polônia que está aqui a passeio.
Por falar em passeio, comprei minha passagem pra NYC hoje. Daqui a pouco mais de 2 semanas estarei lá, naquele lugar que me faz tão bem e que tem uma energia tão boa!

3 comments:

Ryan said...

Bom dia!

Passando por aqui rapidinho para agradecer a sua visita ao meu blog! Passarei a te visitar mais vezes!

bjao

priscila toller said...

ESPERO QUE FIQUE BEM LOGO, E O FILME A PROPOSTA É DEMAIS,AMEI

Caio Abreu said...

Ja li esse livro. Muito bom. Nossa vida é feita do que fizemos na vida passada e a próxima será feita baseada nessa... por isso me esforço pra fazer bem minha cama pra nao ter tantos karmas para resgatar hehehe

Boa semana
:)

Sunday, July 26, 2009

Várias coisas

-geral-

Esses últimos dias têm sido loucos, estressantes, tensos, etc.
Não bastava tudo o que aconteceu, fiquei doente. Muito doente.
Achei que tava pegando uma gripe. Mas isso não aconteceu. Há 4 dias acordei com minha garganta doento muito. Cheia de caroços, completamente inflamada. Tomei uns remédios mas não adiantou muito, até que decidi ir ao médico.
Não sabia bem o que tava acontecendo porque a gripe não apareceu. Só a garganta. No médico, fizeram uns testes pra uma determinada bactéria, deu negativo. Mas ela disse que dava pra ver o quanto estava inflamada só de olhar pro meu pescoço.
Resolveu então mandar as amostras pro laboratório pra testarem novamente. Enquanto o resultado não saía, receitou penicilina. Dois comprimidos por dia, durante 10 dias. Junto com isso um remédio que ajudaria na dor. Passei três dias sem conseguir nem beber água direito. Engolir qualquer coisa tava sendo complicado. Até saliva...
Hoje, Domingo, quando cheguei em casa percebi que havia uma mensagem na secretária eletrônica, era do laboratório, dizendo que todos os resultados deram negativos.
Só tenho uma explicação pra tudo isso: emocional/psicológico.
Depois de tudo que tem acontecido, não é mera coincidencia essa doença.
Já estou melhorando mas ainda não estou 100% curada.
Minha cabeça anda a mil por hora. Como já falei uma vez, queria que houvesse um botão on/off que pudesse desligar meu cérebro por um tempo, pra eu não pensar em nada.
Não vejo a hora das minhas férias chegarem, pelo menos desligo minha mente do trabalho por 10 dias...

-livro-

Durante esse perído doente e com minhas idéias atrapalhadas, afundei minha cara num livro espírita que vinha tentando terminar a mais de um ano. Finalmente consegui.
Quem tiver oportunidade leia. Vale muito a pena cada palavra lida, cada lição aprendida. Acreditando no espiritismo ou não, as mensagens são tão verdadeiras que quem lê não se arrepende jamais.

[O preço de ser diferente - Mônica de Castro]

Um romance ditado por Leonel. Um romance espírita que narra de forma impressionante a evolução do espírito.
E através de relatos da vida dos personagens, nos ensina sobre preconceito, perdão, aceitação, destino e principalmente nos ensina a aprender com os fatos difíceis que acontecem em nossas vidas.
Um Romance com assuntos atuais, que mostra a dificuldade vivida pelos preconceituosos, por ter que manter acima de tudo, a sua idéia fixa sobre o homossexualismo. E as dificuldades dos homossexuais que sofrem por serem julgados, incompreendidos e desrespeitados, apenas pelo simples fatos de ter uma opção sexual diferente.
Romero personagem principal, um garoto que desde cedo tem que aprender a viver e esquecer as atrocidades da vida.
Convive com o preconceito de não ser igual aos outros garotos da sua idade. Aos quatorze anos é violentado, por Júnior e com sua defloração descobre ser homossexual.
Tem um pai severo, o Senhor Silas. Que o faz passar por situações difíceis. Uma mãe submissa, Noemia, que para não desagradar Silas, se omite aos maus tratos do marido para com o filho. Possui uma irmã, Judite, que é seu porto seguro. E sob esse circulo familiar se passa a primeira fase da historia.
Todos possuem uma forte ligação que nem podem imaginar.
Encontra após vários infortúnios, seu amor Mozart, que como o nome do famoso compositor, também possui um talento inestimável.
Romero após ser expulso de casa por ser homossexual, toma para si uma nova fase de sua vida, aonde pode contar apenas com o Doutor Plínio, seu médico, que passa a protegê-lo e ser para ele como um pai.
Nessa segunda fase do livro, o circulo de convívio de Romero se restringem ao Doutor Plínio e sua família. Sua esposa Lavínia, que sem motivo aparente tem uma certa antipatia por Romero, seu cunhado Rafael, que se torna um inimigo sem motivo de Romero. E Eric filho do Doutor Plínio que para Romero é como um irmão querido.
E nesta história fascinante, a ultima fase do livro podemos compreender as ligações de cada personagem e os motivos pelo qual agiram em suas vidas atuais da forma como agiram. Em um desfecho emocionante aprendemos, o valor do perdão tanto para quem recebe o perdão como para quem o dá. E que tudo de bom ou ruim que vivemos, tem um motivo de acontecer, tudo tem um porquê.
E tudo em nossa vida tem um momento exato para acontecer. E muitas vezes o que julgamos impossível de acontecer, acontece e nos deixa fascinados.
Tudo que vivemos é valido para a evolução do nosso espírito, do nosso ser interior.


-my sister's keeper-

Finalmente consegui assistir ao filme que eu tanto tava querendo. Uma história linda de uma criança que é gerada com o objetivo de salvar a vida da irmã mais velha portadora de Leucemia. O filme é baseado no livro, que ainda não lí mas já comprei.
A história é comovente, e faz a gente pensar muito sobre doação de orgãos. Sei que muita gente não concorda ainda. Na minha identidade, inclusive, diz que não sou doadora, mas hoje em dia, depois de tantos casos próximos de pessoas que precisaram de alguma parte de um corpo estranho pra continuar sobrevivendo, mudei de opinião.
Não sei qual nome esse filme vai ter no Brasil, mas quem quiser pode ver o trailer aqui.



-the proposal-

Esse fim de semana também assisti outro filme muito bom.
Uma canadense (Sandra Bullock), que tem um cargo importante numa empresa americana, descobre que será deportada por ter seu visto expirado.
Com medo da situação e sem querer perder o emprego e o cargo, muito bem sucedido, ela propõe que seu braço direito na empresa (Ryan Reynolds), que a detesta, case-se com ela. Assim obteria cidadania americana não tendo que ir embora dos Estados Unidos.
Como eles mesmo dizem no filme, a história de duas pessoas que não eram supostas se apaixonar mas se apaixonaram.




-pra terminar-
Acho que por enquanto é só isso. Faz tempo que não escrevo e acabei falando demais...
Espero me recuperar logo porque não aguento mais me sentir tão mal.
Esqueci de mencionar que hoje passei a tarde, num almoço super agradável, na casa de uma colega de trabalho, Grace. O almoço foi em comemoração à visita de Aneta. Uma amiga, muito querida, da Polônia que está aqui a passeio.
Por falar em passeio, comprei minha passagem pra NYC hoje. Daqui a pouco mais de 2 semanas estarei lá, naquele lugar que me faz tão bem e que tem uma energia tão boa!

3 comments:

Ryan said...

Bom dia!

Passando por aqui rapidinho para agradecer a sua visita ao meu blog! Passarei a te visitar mais vezes!

bjao

priscila toller said...

ESPERO QUE FIQUE BEM LOGO, E O FILME A PROPOSTA É DEMAIS,AMEI

Caio Abreu said...

Ja li esse livro. Muito bom. Nossa vida é feita do que fizemos na vida passada e a próxima será feita baseada nessa... por isso me esforço pra fazer bem minha cama pra nao ter tantos karmas para resgatar hehehe

Boa semana
:)