Pages

Tuesday, March 10, 2009

ABSURDO!!!

[O caso de estupro em Pernambuco que o Mais Você mostrou semana passada não saiu das manchetes durante a semana toda. A vítima, uma menina de apenas 9 anos de idade, foi estuprada pelo padrasto e ficou grávida de gêmeos. Por causa da idade e dos riscos que ela corria, a gravidez foi interrompida. Esse aborto, que segue os requisitos da lei, levou a uma grande polêmica. O arcebispo de Olinda e Recife excomungou da igreja todos os envolvidos: médicos, mãe, menos a menina. Ele disse ainda que o aborto era um crime ainda mais grave que o estupro. Após o aborto, a criança recebeu alta do hospital e passa bem. Agora ela está com a mãe em um abrigo público, mantido em sigilo. O padrasto dela, Jaílson José da Silva, está preso e foi indiciado por estupro qualificado. Jaílson NÃO FOI excomungado pela igreja.


O médico e diretor do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, Sérgio Fernandes Cabral Junior, chefiou a equipe médica que operou a menina. Em entrevista ao Mais Você, ele disse que em momento algum a criança percebeu o que aconteceu com ela. “Ela não sabia, de forma alguma. Ela possuía um nível de consciência de criança tão grande, que em nenhum momento soube que estava grávida. Ela perguntava quando ia ficar boa, quando ia melhorar. Ela achava que estava com verme”, disse o médico. O médico também contou que ele e sua equipe não se arrependem da decisão que tomaram, apesar de terem ido contra a igreja. “Nossa decisão foi rápida, acertada e preservou a vida da criança, o que é o mais importante”, falou Sérgio.


Sérgio também contou que a menina tem um comportamento infantil, o que comprova a falta de consciência dela a respeito do caso. “Ela é uma criança e sua enfermaria era repleta de brinquedos. A forma como se comportava mostrava que era uma criança. Era um caso raro e que merecia todo nosso carinho”, explicou.]


Eu não consigo encontrar palavras pra descrever o tamanho da minha revolta.
Depois me perguntam porque não gosto de igreja e muito menos de o padre...
O padrasto estuprou a criança e a igreja não considerou pecado? Vai ver tem muito padre pegando criancinha por aí, por isso que não acham errado...
Ah, francamente... me contem outra piada porque essa não teve graça nenhuma. Difícil de acreditar.

1 comment:

Paula said...

E um abuso e uma crueldade o que foi feito come essa crianca, gracas a Deus esta passa bem.
"Deus une as pessoas, a religiao separa.."

Tuesday, March 10, 2009

ABSURDO!!!

[O caso de estupro em Pernambuco que o Mais Você mostrou semana passada não saiu das manchetes durante a semana toda. A vítima, uma menina de apenas 9 anos de idade, foi estuprada pelo padrasto e ficou grávida de gêmeos. Por causa da idade e dos riscos que ela corria, a gravidez foi interrompida. Esse aborto, que segue os requisitos da lei, levou a uma grande polêmica. O arcebispo de Olinda e Recife excomungou da igreja todos os envolvidos: médicos, mãe, menos a menina. Ele disse ainda que o aborto era um crime ainda mais grave que o estupro. Após o aborto, a criança recebeu alta do hospital e passa bem. Agora ela está com a mãe em um abrigo público, mantido em sigilo. O padrasto dela, Jaílson José da Silva, está preso e foi indiciado por estupro qualificado. Jaílson NÃO FOI excomungado pela igreja.


O médico e diretor do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, Sérgio Fernandes Cabral Junior, chefiou a equipe médica que operou a menina. Em entrevista ao Mais Você, ele disse que em momento algum a criança percebeu o que aconteceu com ela. “Ela não sabia, de forma alguma. Ela possuía um nível de consciência de criança tão grande, que em nenhum momento soube que estava grávida. Ela perguntava quando ia ficar boa, quando ia melhorar. Ela achava que estava com verme”, disse o médico. O médico também contou que ele e sua equipe não se arrependem da decisão que tomaram, apesar de terem ido contra a igreja. “Nossa decisão foi rápida, acertada e preservou a vida da criança, o que é o mais importante”, falou Sérgio.


Sérgio também contou que a menina tem um comportamento infantil, o que comprova a falta de consciência dela a respeito do caso. “Ela é uma criança e sua enfermaria era repleta de brinquedos. A forma como se comportava mostrava que era uma criança. Era um caso raro e que merecia todo nosso carinho”, explicou.]


Eu não consigo encontrar palavras pra descrever o tamanho da minha revolta.
Depois me perguntam porque não gosto de igreja e muito menos de o padre...
O padrasto estuprou a criança e a igreja não considerou pecado? Vai ver tem muito padre pegando criancinha por aí, por isso que não acham errado...
Ah, francamente... me contem outra piada porque essa não teve graça nenhuma. Difícil de acreditar.

1 comment:

Paula said...

E um abuso e uma crueldade o que foi feito come essa crianca, gracas a Deus esta passa bem.
"Deus une as pessoas, a religiao separa.."